Jornal perde contato com repórter brasileiro na Líbia

Andrei Netto, do Estado de S. Paulo, foi preso pelo governo, informa correspondente

O jornalista brasileiro Andrei Netto, correspondente do jornal O Estado de S. Paulo, está há mais de uma semana sem contato direto com o diário e foi preso na Líbia pelo governo do ditador Muammar Gadaffi, informou na manhã desta quinta-feira (10) Lourival Sant’Anna, outro enviado pelo jornal brasileiro ao país, em entrevista à rádio Eldorado. A empresa de comunicação divulgou um comunicado sobre o fato nesta quarta-feira (9) apontando para a possibilidade de prisão, confirmada hoje pelo colega do jornalista.

Na noite desta quarta-feira (9), a publicação confirmou, após conversa com o vice-ministro das Relações Exteriores da Líbia, Khaled Qaim, que a notícia da prisão era “provavelmente correta”. Sant’Anna informou ter obtido a confirmação do status do brasileiro e disse que o Ministério das Relações Exteriores tenta tomar providências para libertar o jornalista.

Até o último domingo (6), havia contato indireto entre Netto e a empresa, por motivos de segurança, e as informações eram de que Netto estava bem, apurando informações na região de Zawiya, a 50km da capital, Trípoli. Sant’Anna informou que o colega foi preso ao sul de Zawiya com outro profissional de imprensa e um guia líbio.

Fonte: R7.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s