Montadoras tentam barrar reajustes no preço do aço

As fabricantes de veículos informam que vão ‘brigar’ contra novos reajustes do preço do aço pretendido pelas siderúrgicas, ou aumentar as importações do produto. As usinas querem reajustes entre 10% e 15% em abril ou, para alguns clientes, já a partir deste mês.

Segundo o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Cledorvino Belini, mesmo com os aumentos internacionais, o aço é cerca de 40% mais barato lá fora. ‘Somos totalmente contra um aumento do aço’, afirmou o executivo. ‘É um componente extremamente pesado nos nossos custos e o preço afeta diretamente nossa competitividade e capacidade de exportar’. Ele disse que as montadoras têm contratos de longo prazo com as usinas e a maioria não prevê reajustes dessa magnitude. Se forem concretizados, significará uma quebra de contrato.

Belini ressaltou que as empresas ainda não foram procuradas para discutir aumentos – que não ocorrem há seis meses -, mas o setor tem recebido ‘recados pelos jornais’.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s